Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Feridas

Chagas abertas em feridas fechadas
Não curadas e cicatrizadas
Cicatrizes dentro de cicatrizes
Curadas e recuradas, sem nunca se curar
Sem sangrar ou doer no corpo
Mas torturar a alma noite e dia
Sem dormir ou descançar
Apenas sofrer e sangrar

Insolido

Preso e isolado
por paredes invisiveis
Encarcerado por medos e anseios
daqueles que lhe cercam
Solitário mesmo entre outros
poir minh'alma não está entre vós
Chorando sem lágrimas a distância
mesmo que tão próximas outras almas
O fim quero que se aproxime
mesmo que ainda não o possa ver

Eyes

Juras e promeças, palavras e mentiras
Uma gota em um oceano de lágrimas
Lamúrias, gritos suprimidos
Interiormente, transparecendo em seus olhos
Atentos, negros, profundos