Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Mentiras sem lágrimas não são mentiras

Por que me fez amá-la, se nunca pensou em mim?
Por que me amaste, se nunca se importou comigo?
Porque trouxe minha alma de volta do abismo
Se iria me lançar num inferno ainda maior?
Eu preferiria o abismo do silencio
Reservado as almas que desistiram
Do que esse inferno real
Que é viver sem
Depois de ter conhecido
O amorPublished with Blogger-droid v1.6.5

Expresso

Sou criatura da noite
e na escuridão me demoro
Sou alma solitária
e pela solidão me enamoro
Mas temo as sombras
e o silêncio solitário
Nado contra as ondas
deste destino contrário
Desejo sempre o inverso
e um caminho a seguir
Este corte lento comesso
e com sangue a fluir
Da vida me despeçoPublished with Blogger-droid v1.6.5

Solidão

Parece que foi a tantos anos que perguntei a dois amigos quais eram seus maiores sonhos e medos...
Hoje eu vejo que as respostas mudaram minha vida... Não no mesmo momento, mas sim ao longo do tempo, mesmo sem nem lembrar desse fato até hoje...
Minha vida... Isso que chamo de vida... O meu dito maior medo, vejo agora que é meu único companheiro... Talvez meu único amor e meu único amigo...
Sou um condenado. Para sempre viverei neste inferno que é a realidade.
Enquanto vivo, tento fugir de meus medos... Mas sou sozinho, uma alma atormentada e condenada a solidão.
Meu caminho não importa a ninguém, nenhuma alma sã seguiria este caminho... Ninguém se lembrará de minha passagem, de minha presença por suas vidas...
Não os condeno. Eu mesmo se tivesse escolha escolheria me esquecer...
Mas, ao avaliar esse arremedo de existência, vejo que uma música feita do outro lado do mundo resume todo meu destino em simples versos:
"A solidão é seu maior amor
E talvez seu único aliado"…