Postagens

Mostrando postagens de 2018

Minha perfeita descrição

"Ela: Você também é interessante sabia?
Eu: realy? why?
Ela: Ter uma conversa cara a cara ctg ia esclarecer umas dúvidas.
Eu não consigo saber como você é
Suas emoções são fortes e frias ao mesmo tempo
Dá pra sentir a culpa e a ausência dela em uma mesma pessoa
É estranho como você parece tão vazio e tão cheio.
Acho que é por isso que ainda não me cansei de você"

Eu sou o gelo que queima.
Sou culpado por ser inocente.
Sou a contradição, sou o abismo.

O início, e a escolha do fim

Quando eu era bem criança, gostava de me fechar no meu quarto e brincar com bonecos... Cada voz em minha cabeça era um. Eu colocava eles pra brigar, conversar, dividia em times...
Quando fiquei mais velho, descobri os livros. Dei a cada voz um personagem, e me perdia entre as linhas, belas palavras, narradas e interpretadas por meus demônios.
Depois veio a internet, e com ela os jogos pra me distrair das incessantes tramas da minha mente... Veio também mais livros, e-books que sempre se renovavam, aumentando meu mundo interior e me afastando cada vez mais do exterior.
Veio o bulling, e as vozes ganhavam força. Desejos assassinos, conhecimento das leis, planos para torturar e matar sem ser descoberto. Veio o embotamento emocional, o distanciamento cada vez maior das pessoas. Vieram, com força, os pensamentos suicidas, o ódio por mim mesmo, e pelos outros.
Mais tarde, com mais liberdade, veio o desejo... O desejo de testar meus limites. De me embriagar, de me drogar, de fugir da realida…